sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O Castelo Montessales de Susy Ramone / Editora Literata


Sinopse

Ao sobrevoarem determinada área, quatro pessoas avistam as ruínas de um castelo e decidem fazer de lá a sua moradia. Após as reformas e a mudança, um fantasma começa a aparecer causando calafrios nos habitantes. Porém, com o passar do tempo o espectro torna-se galanteador. Parecendo inofensivo, presenteia as mulheres com flores até conquistar a sua confiança e por fim fazê-las se apaixonar. Passa então a roubar os corpos dos homens para manter relações sexuais com elas. De repente o fantasma muda de atitude. Horrivelmente violento, dá início a uma série de estupros mudando de corpos a cada atentado. Quando percebem que estão presos nos arredores do castelo é tarde demais para fugir. Impossibilitados de se socializarem fora dali, uma enorme linhagem consangüínea gerada pela intervenção do espírito sofre os mesmos abusos ano após ano. A endogamia torna-se um fardo para alguns, mas não para outros, que em determinado ponto admitem gostar da libertinagem, o que dá um toque apimentado no enredo.
Sexo, amor, violência, segredos, magia e muitas tragédias os levam a desvendar a origem do fantasma, que envolve bruxas poderosíssimas de Portugal cuja existência se deu durante a idade média.
Sua missão, acabar de vez com o espectro que tanto os faz sofrer.
Seu desejo, escapar do castelo e ter direito a uma nova vida na cidade.
Um longo caminho repleto de dor e sacrifícios será percorrido pelos descendentes desta família. Nem todos serão capazes de trilhá-lo até o fim. Existem situações que nem mesmo o mais poderoso dos bruxos pode manipular a seu favor.



Sinopse da quarta capa. Por Georgette Silen.

O castelo Montessales, a princípio, parece um sonho. Mas como todo sonho, os pesadelos podem tomar conta de forma incontrolável. Especialmente se esses pesadelos vêm em forma de uma criatura sobrenatural que desconhece limites, agindo como um íncubos lascivo e libidinoso que domina e cerceia a vida dos reféns do castelo, incapazes de fugirem, pedirem ajuda, escaparem do círculo vicioso e sobrenatural que se instalou em suas vidas. Vidas essas que geraram outras, totalmente dependentes do carrasco sem face, sem corpo, criando a desconfiança a cada gesto suspeito dos habitantes das grossas paredes. A nova geração desconhece a vida por trás das muralhas de Montessales, mas sonham com o dia em que poderão, finalmente, ver o mundo sem os olhos do medo.
Mas o Castelo tentará impedi-los a todo custo, e descobrir em quem confiar será o principal objetivo, que poderá conduzir a tão sonhada liberdade... ou ao pior de todos os destinos.
Atreva-se a conhecer as verdades por trás de suas paredes e reze para não ser você também um escravo do Castelo Montessales.
Georgette Silen
Autora de Lázarus e Apenas Uma taça – Um brinde ao mestre Stoker

http://montessales.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget