domingo, 31 de maio de 2009

XANDRIA Biografia

XANDRIA Biografia


O projeto da banda alemã Xandria foi idealizado em 1997, pelo seu fundador Marco Heubaum. Com várias formações iniciais, Marco não conseguiu grande evolução com sua banda e somente no ano de 1999, juntamente com o baixista Roland Krueger e outros integrantes de sua antiga banda de metal, consegue gravar uma demo com cinco músicas em um pequeno estúdio. Entre as músicas estavam Kill the Sun, Casablanca e So You Disappear.

No ano seguinte, a banda começa a ganhar enorme notoriedade após divulgar as cinco músicas pela internet. Assim, através de sites de mp3, forma-se um grande número de fãs. Por conseqüência, Marco decide levar em frente seu projeto, nascendo verdadeiramente a banda Xandria. Ainda em 2000, além de Marco e Roland, integram-se à banda Lisa Schaphaus (vocais), Gerit (bateria) e Andreas Maske (guitarra).

Inicialmente era Marco que fazia os vocais e a voz de Lisa era usada apenas em algumas partes. Mas devido à brilhante performance, Marco preferiu utilizar os vocais de Lisa integralmente, escrevendo as músicas posteriores, já com esse intuito.

Em 2001, Xandria se torna a banda mais famosa no cenário underground e faz seus primeiros shows, para pequenos públicos. O guitarrista Andy Maske deixa a banda para se dedicar a seus estudos, já que a banda se preparava para um maior público e necessitava de muito tempo disponível. No seu lugar entra Philip Restemeier.

No ano seguinte, a banda começa a tocar em shows maiores e a trabalhar duro em suas demos. A gravadora Drakkar Records mostra interesse na banda que vinha evoluindo desde 2000. Então, em dezembro de 2002, eles fecham o contrato para gravar o disco de debute, que seria intitulado Kill the Sun. O disco é gravado entre o final de 2002 e começo de 2003, e chega às lojas em maio. A faixa título do álbum emplaca como grande sucesso e entra do Top 100 alemão. O disco é bem diversificado contando com várias misturas de estilos. As faixas Kill the Sun e Mermaids são agradáveis de serem ouvidas, pois o conjunto soa muito coeso, e os vocais são muito bem colocados. O peso é bem dosado com os elementos obscuros, criando um bom resultado. Ginger é uma faixa mais cadenciada, mais lenta, mas não menos interessante, com bom uso de teclados. Já em faixas como She’s Nirvana é possível perceber um maior peso e agressividade, ainda que contidos. Ainda é notória, uma levada quase "grunge" de Casablanca, além da pegada heavy de Wisdom. O cd também conta com momentos mais suaves, como Forever Yours e a bela balada atmosférica Calyx Virago.

Após o lançamento desse primeiro disco, o Xandria faz vários shows, incluindo uma grande turnê que durou três semanas, formando cada vez mais, um grande número de fãs pela Alemanha. Após um período agitado e de muito trabalho, a banda volta ao estúdio no final do mesmo ano e, no começo de 2004, terminam de gravar seu segundo álbum, Ravenheart. Nessa época, o baixista Roland Krueger, deixa a banda alegando motivos profissionais. Em seu lugar, entra Nils Middelhauve, baixista que Lisa e Marco já conheciam, através de outros trabalhos.

O disco é lançado em maio e acaba sendo um sucesso maior ainda, ficando por sete semanas no Top 40 da Alemanha. Nesse trabalho a banda agregou elementos eletrônicos de maneira bem suave, mas não perdeu sua personalidade e a característica de agregar a melancolia ao peso do heavy metal. As faixas, Ravenheart e The Lioness, por exemplo, soam bem mais suaves do que o material apresentado no cd anterior. As guitarras estão menos presentes, com maior destaque para os teclados e a voz de Lisa Schaphaus. O talento da banda, aliado à versátil voz de Lisa, acaba por gerar momentos muito interessantes, como a pesada Five of Universe, a épica Some Like It Cold e as viajantes My Scarlet Name (belíssimo trabalho de guitarras) e Too Close to Breathe. Petardos como Snow-White e Black Flame soam agressivos e cortantes, perfeitos para quem gosta da fusão Gothic Metal. Como bônus ainda temos o belo videoclipe da faixa título, com um cenário medieval e uma grande produção cinematográfica.

Passando na "prova do segundo álbum", a banda é inserida de vez no cenário do Gothic Metal europeu. A banda sai em sua turnê de divulgação do álbum e chega a tocar para 30.000 pessoas no Busan International Rock Festival na Ásia, como grande destaque.

Em outubro, a banda lança o single Eversleeping, com três novos sons, além do videoclipe Eversleeping, que fora gravado em um velho castelo, perto de Berlim.

No mês seguinte, o Xandria viaja com as bandas finlandesas Entwine e Lab, e tocam em alguns shows. Logo em seguida, em dezembro, começam a gravação do terceiro álbum, India. Assim a banda entra 2005 com muitas idéias para terminar o novo álbum, produzido, assim como os anteriores, por Jose Alvarez-Brill. A banda ainda convida para participar da gravação, a orquestra alemã Deutsches Filmorchester Babelsberg, a mesma que junto a John Williams ganhou o Oscar de melhor trilha sonora em 2003, com o filme A Lista de Schindler, de Steven Spielberg. No meio desse ano, Lisa e Nils se casam, após um ano de namoro. Assim Lisa passa a ser Lisa Middelhauve.

India, é lançado em agosto de 2005 e mantém a linha dos discos anteriores, agregando um forte ingrediente orquestral de muito peso. O álbum possui sons mais pesados e que se contrastam com os vocais operísticos de Lisa, como acontece em Black Silver e The End of Every Story. Em compensação, há faixas onde o sentimentalismo fala mais alto, como na melódica e acústica Dancer, ou na surpreendente Like A Rose on The Grave Of Love, que se encaixaria perfeitamente na trilha sonora de um filme medieval. Esse trabalho consolida a grande carreira da banda, consagrando-a no cenário mundial.

Duarante o ano de 2006, o Xandria dedicou-se à divulgação de seu álbum mais recente. Além da turnê India Tour a banda participou de diversos festivais em países como a Inglaterra, Suíça, México (juntamente com o Anathema) e a própria Alemanha.

No final deste mesmo ano, a banda deu início às gravações do novo trabalho. Nos primeiros meses de 2007 os integrantes se reuniram para organizar e selecionar as composições. Finalmente, em maio, foi lançado Salomé – The Seventh Veil. Este álbum, gravado no Principal Studios (Alemanha), traz doze faixas que priorizam as guitarras e linhas graves de baixo. É um trabalho mais diversificado que os anteriores. A faixa Sisters of the Light inclui elementos da música oriental. Em compensação, The Wind and the Ocean é uma balada melodiosa com riquíssimos arranjos de teclado que valorizam os vocais de Lisa. Em seguida, a banda retomou as apresentações ao vivo e participou de festivais como o Summer Breeze open Air.

Assim, o Xandria, com um misto de metal, orquestras e melodias sombrias, bem dosados, tem feito aparições em grandes festivais, turnês mundiais e conquistado prêmios na cena musical alemã, se tornando uma das grandes referências em seu estilo.

Por: Eddy Khaos

XANDRIA - Ravenheart (2004) Site Oficial: http://www.xandria.de/
Xandria - Ravenheart
Track List:
01.: Ravenheart
02.: The Lioness
03.: Back to the River
04.: Eversleeping
05.: Fire of Universe
06.: Some Like It Cold
07.: Answer
08.: My Scarled Name
09.: Snow-White
10.: Black Flame
11.: Too Close To Breathe
12.: Keep My Secret Well




XANDRIA - India (2005)


Xandria - India
Track List:
01.: India
02.: Now and Forever
03.: In Love With The Darkness
04.: Fight Me
05.: Black & Silver
06.: Like A Rose On The Grave Of Love
07.: Widescreen
08.: The End Of Every Story
09.: Who We Are
10.: Dancer
11.: Winterhearted
12.: Return To India

XANDRIA - Salomé - The Seventh Veil (2007)
Xandria - Salomé - The Seventh Veil
Track List:
01.: Save My Life
02.: Vampire
03.: Beware
04.: Emotional Man
05.: Salomé
06.: Only For The Stars In Your Eyes
07.: Firestorm
08.: A New Age
09.: The Wind And The Ocean
10.: Sisters Of The Light
11.: Sleeping Dogs Lie
12.: On My Way

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget