domingo, 31 de maio de 2009

Lacrimosa Discografia

omingo, 11 de Janeiro de 2009


Materia dedicada ao amigo Setimo o antigo.

Para falarmos da banda Lacrimosa, temos antes que conhecer Tilo Wolf. Alemão de Frankfurt, Tilo nasceu em 10 de julho de 1972, e desde a infância deixava nítida sua imensa capacidade artística. Aos 12 anos, Tilo teve sua poesia publicada em diversas revistas de literatura. Estudou piano e trompete, chegando a se apresentar em concertos na Alemanha. Em 1989, editou uma revista musical e em 1990, aos 18 anos, lançou seu primeiro single com duas faixas intitulado Clamor, que se esgotou em pouco tempo.

Lacrimosa foi nome adotado inspirado em Réquiem, de Mozart; nome de base latina que significa Banhado em Lágrimas ou Aflito. A figura do Pierrô se tornou a marca e o estilo da banda sintetizado. Segundo Tilo Wolf: "É um símbolo. Uma apresentação cômica da música. Está presente em todos os sentimentos das nossas canções". Assim, a atmosfera sombria e os arranjos clássicos das músicas, fundiam-se com a proposta gótica da expressão de Tilo Wolf.

No ano de 1990, o desprezo das gravadoras pelas músicas alternativas levou Tilo a criar o próprio selo, Hall of Sermon, que viria a abrigar artistas como Dreams of Santy e Artrosis.

Angst (Medo) foi o primeiro álbum oficial lançado, concretizando os ideais primitivos iniciados com o single Clamor. O disco chegava com letras repletas de drama e o lirismo dos arranjos fortemente influenciados pela música clássica. Este álbum foi muito bem aceito no cenário gótico alemão e posteriormente por toda a Europa.

Einsamkeit, que significa Solidão, foi o segundo álbum lançado em 1992, completando o trabalho anterior. No ano seguinte, Ales Lüge (Tudo Mentira) é lançado como single trazendo quatro faixas que eram o prenúncio do próximo e excelente álbum Satura, que chegaria ao público no mesmo ano com a melancolia e o lirismo característicos. Em 1994 é lançado o single Schacal.

Na turnê de Satura, Tilo convida a finlandesa Anne Nurmi (ex integrante do Two Witches) para que participe das apresentações ao vivo. O resultado foi tão bom que Anne passou a integrar definitivamente o Lacrimosa.

O álbum Inferno de 1995, já contava com a voz suave de Anne, e foram acrescentados instrumentos sinfônicos. Este trabalho foi considerado o mais agressivo até aquele momen-to. Porém, muito bem aceito. O primeiro grande sucesso, Copycat, foi gravado neste álbum.

Inferno repercutiu fortemente no cenário musical alemão. Não ficou restrito apenas aos circuitos alternativos. A partir daí, o Lacrimosa alcançou um público maior e passou a influenciar outros artistas. The Clips 1993-1995 foi a primeira concepção visual das canções Satura, Schakal e Copycat.

Em 1996, Tilo recebe da revista alemã Zillo, o prêmio Alternative Rock Music Award. No mesmo ano, o single Stolzes Herz (Coração Orgulhoso) é lançado com duas versões da faixa título. Em 1997 foi lançado o álbum Stille (Silêncio), com uma sonoridade mais pesada aliada a orquestração clássica. O vídeo Silent Clips trazia os clipes de Stolzes Herz, Not Every Paint Hurts, Siesh du Mich im Licht?, e seus Making Off’s. Um ano após, a banda dá um presente aos fãs com o CD ao vivo Live. Em 1999 chega ao público mais um single: Alleine Zu Zweit (Juntos e Sozinhos), que conta com a participação da orquestra sinfônica de Londres.

O CD Elodia é uma Ópera Rock que traz na terceira faixa a belíssima Halt Mich. O álbum é dividido em três atos, e narra a história de um relacionamento que chega ao fim. Portanto, é uma alusão à semideusa do amor Elodia, que é fadada ao fracasso.

Para comemorar o décimo aniversário foi lançado o vídeo The Live History 2000. Com várias apresentações ao vivo de toda a carreira da banda. Este vídeo tem em sua maioria exibições gravadas no Wave Gothic Festival, realizado na Alemanha.

Em Agosto de 2001, o Lacrimosa lança o single Der Morgen Danach (A Manhã Seguinte), que corresponde diretamente ao trabalho anterior, Elodia. Ainda no mesmo ano, Fassade (Fachada) é lançado trazendo a faixa Liebspiel (Jogos de Amor) para atingir em cheio os seguidores do Heavy Metal.

O single Durch Nacht und Flut foi lançado em 2002 com apenas quatro faixas, mas obteve uma ótima repercussão. Este single preparava os fãs para o grande lançamento do ano seguinte. Finalmente, em janeiro de 2003 foi lançado o álbum Echos, com a faixa que dava nome ao single anterior. Echos é considerado um dos melhores trabalhos do Lacrimosa, onde todas as influências Heavy e clássicas de Tilo, foram condensadas numa mesma obra.

No ano seguinte, Tilo dá início a um projeto solo no qual combina elementos do clássico, do gótico e industrial, denominado SnakeSkin. Music For the Lost é o trabalho que marca este novo caminho musical de Tilo.

Em 2005, os fãs tiveram o prazer de conhecer o 11º álbum da banda. Lichtgestalt (Criatura de Luz) foi lançado em maio e traz oito faixas escritas e orquestradas por Tilo Wolf, com exceção da última, Hohelied der Liebe, da qual a letra é um trecho da Bíblia. No mesmo ano, foi lançado DVD Musikkurzfilme com 10 videoclipes da carreira e um bônus com making of de clássicos como Schakal e Copycat. Ainda é lançado o EP Lichtgestalten que contém versões deLichgestalt e mais quatro faixas. Em seguida, Anne Nurmi divulga que está grávida de 4 meses. A notícia repercute positivamente entre os fãs mas coloca em risco as turnês programadas.

Em 2006, a banda participa de festivais como Summer Breeze Festival e Wave Gotik Treffen. Em outubro é lançado o álbum Canta'Tronic do projeto Snakeskin de Tilo Wolf. Em junho de 2007 é anunciado Lichtjahre, CD (duplo) e DVD que trazem velhos sucessos como The Turning Point, Malina e músicas mais recentes como The Party is Over e Lichtgestalt. Em outubro, ao lado da banda sueca Hammerfall, o Lacrimosa realiza uma pequena turnê sulamericana passando por São Paulo, Buenos Aires e Santiago; e segue para apresentações no México e até mesmo na China.

Após tantos anos de carreira, o Lacrimosa atingiu um nível de maturidade poucas vezes encontrado em uma banda. A qualidade e a ousadia são características marcantes que conseguem agradar góticos e headbangers de todo o mundo.

Por: Eddy khaos


Entrevista de Tilo Wolff à Lu Wolff - Lacrimosa Brasil Fan Club - Janeiro de 2003

Eu soube que o novo álbum, Echos, foi inspirado na trágica inundação que aconteceu na Europa Central em Agosto do ano passado. Isso é verdade?

Não. Não é verdade. O álbum já estava totalmente composto e nós estávamos no meio do processo de produção quando a inundação aconteceu. E, na realidade, eu nunca escreveria nenhum tipo de música com letras falando da tragédia que aconteceu com o povo.

Quanto tempo você levou com a gravação do Echos?

Gastamos apenas cinco meses.

Olhando para os títulos das músicas, Echos parece seguir o mesmo modelo do Fassade e do Elodia, com um tema central dividido em capítulos. Esse álbum também conta uma história? Do que ela se trata?

De certa forma ele conta uma história. Mas na verdade não foi planejado dessa forma. Quando estávamos nessa longa turnê. Bem, eu vou ter que começar diferente...

O fato é que eu componho constantemente. Eu nunca me sento e penso: "Bem, agora eu vou começar a escrever". Existe todo um processo em andamento e durante a longa turnê do Fassade, não tive a possibilidade de compor. Quando nós voltamos, havia tantas emoções e sentimentos próximos de vir à tona. O processo de escrever o álbum foi muito curto e compacto, que aconteceu, eu não sei, acho que em quatro meses ou coisa assim. Eu escrevi o álbum todo e não tinha pensado nele como um todo no começo, eu só percebi um dia, que nós tínhamos que ir para o estúdio para poder gravar o álbum no sentido mais puro.

Estava tudo fresco e as emoções estavam ainda conosco e, no estúdio eu percebi que as músicas estavam ligadas entre si, porque todas foram escritas num único período de tempo, de um mesmo sentido, um mesmo sentimento. Portanto, elas estavam ligadas umas às outras.

E estavam ligadas entre si nesse sentido, contando uma espécie de história de uma busca. É como quando começa a considerar que nós somos um produto da cultura na qual nascemos, e que nós somos também produtos das coisas que aparecem em nossas vidas. Elas são ecos do passado que nos fizeram ser o que somos agora, e o que somos agora, hoje, no presente, é novamente responsável por como nossa vida futura será. Que tipo de decisões tomaremos, como lidaremos com nossa vida futura, em tudo o que ela está baseada e em tudo o que aprendemos até agora. Os ecos do passado nos trazem ao presente, vivendo nos moldes atuais e novamente influenciam nossa vida futura. Esse é basicamente o tema desse álbum.

Nós já sabemos que vocês não vão sair em turnê esse ano, certo?

Infelizmente é verdade.

Você poderia me dizer o por quê? Existe uma razão específica?

Sim, claro! Porque nós temos estado constantemente compondo ou produzindo no estúdio, ou tocando ao vivo no palco. Desde o começo do ano que terminou agora, sem nenhum intervalo. Anne Nurmi e eu precisamos de um descanso, depois da longa turmê do Fassade. Mas como eu disse antes, quando voltamos eu não pude ter esse descanso, tinha muito que fazer, tinha que escrever as letras e as músicas e então o novo álbum chegou. Agora, finalmente poderemos fazer uma pequena pausa (risos).

O que vocês planejam fazer durante esse ano? Vocês estão pensando em produzir um novo vídeo-clipe?

Nós temos filmado um vídeo-clipe para o single Durch Nacht und Flut e talvez nós lancemos num futuro próximo, uma espécie de "video-collection" porque temos feito, como você deve saber, vídeos dos álbuns anteriores, mas não lançamos vídeos dos últimos álbuns. Portanto, vamos fazer uma espécie de coleção em vídeo e DVD para um futuro próximo.

Eu notei que existe uma pequena influência de música eletrônica no seu trabalho atualmente. Você gosta de música eletrônica? Existe alguma influência de música eletrônica nesse último álbum?

Antes de qualquer coisa eu devo dizer que eu gosto de música eletrônica no sentido em que ela era feita nos anos 80. Claro, bandas como Depeche Mode e todas as "New Romantics", eu também gosto muito da produção EBM. Mas não gosto muito da nova música eletrônica do tipo Techno.

Vocês estão usando um pouco de cores nas capas de seus álbuns agora. Por que vocês decidiram fazer isso?

Nós sempre tivemos duas linhas de capas. Existem as capas dos álbuns que são pinturas em preto e branco e existem as capas dos singles que também eram, até agora, preto e branco, por outro lado, apresentando algumas vezes, fotos coloridas ou coisas assim. Dessa vez nós fizemos essa seção de fotos para o single Durch Nacht und Flut, que significa Através da Noite e Inundação. Fizemos à beira-mar, e existe uma tomada da chegada da noite. Nós começamos a fazer essa seção de fotos lá na praia e aos poucos a inundação veio e pegamos essas fotos para o single. Então elas serviram perfeitamente. Essas fotos para a música, porque a foto colorida capturou.

Ela deu a impressão da música, seu poder, suas emoções profundas nas quais a música é baseada. Mas essa foto é sem movimento nenhum, mas as cores imprimem esse tipo de poder, um reflexo diferente de toda a situação. Então essa foi a razão pela qual decidimos realizá-la colorida.

Olhando para o nome e letra de algumas músicas como Réquiem, Der Ketzer, Crucifixo, Sanctus e a novíssima Kyrie, a gente pode notar uma espécie de conexão com idéias religiosas. Por que isso é tão freqüente? Você é religioso?

Eu sou uma pessoa bastante religiosa. Eu fui inspirado, influenciado pela música religiosa. Eu mesmo cantei num coral numa igreja. Claro, significa muito para mim, influenciou minha vida toda e, desde que o Lacrimosa é tão ligado à minha vida pessoal, claro que são também sentimentos como esse em que são baseados minhas crenças religiosas e que estão também em minhas letras e músicas.

Você sabe alguma coisa sobre o Brasil?

Pra falar a verdade, eu sei um pouco. Eu sei que as pessoas têm um coração caloroso! Bem, ao menos eu acredito que tenham um coração caloroso! (risadas).

Elas têm mesmo! E você provavelmente terá pessoas gritando o tempo todo durante seu show aqui no Brasil!

Isso soa muito bem! (risadas).

A Nuclear Blast está tomando conta de seus álbuns aqui no Brasil agora, certo? Você acha que isso vai ser melhor para promover seus álbuns por aqui?

A razão principal é que, Anne Nurmi e eu tivemos que escolher se queríamos continuar com a Hall of Sermon da maneira como fizemos o ano passado, lançando outras bandas, ou nos concentrarmos mais em nossa música. E nós decidimos que o Lacrimosa é mais importante do que o selo Hall of Sermon. Nós decidimos nos concentrar mais no Lacrimosa novamente, então, nós também decidimos licenciar o álbum novo do Lacrimosa à Nuclear Blast em certos países, então eles fazem o marketing e a distribuição do álbum e nós podemos nos concentrar mais na música e também nos concentrar no mercado em que trabalhamos com a Hall of Sermon porque em muitos países ainda existem lançamentos com esse selo. Existe muita coisa a se fazer e nós queremos fazê-las 100%. Nós não podemos tomar conta de todo esse trabalho sozinhos.

Quando vocês planejam começar a turnê do Echos? Ano que vem?

Por enquanto nós não podemos planejar nada. Eu não sei se nós sairemos em turnê no ano que vem. Eu adoraria, porque às vezes sinto falta de ir para o palco. Mas por enquanto não existem planos definidos.

Falando das Américas, nós sabemos que vocês têm uma enorme audiência no México. Você tem idéia de quantos fãs vocês têm no Brasil?

Pra falar a verdade, eu não tenho idéia (risadas).

Bem, eu estou encarregada de tornar esse número bem grande! (risadas) Você gostaria de dizer alguma coisa para os fãs brasileiros?

Eu quero dizer algo pessoalmente para você, porque quero agradecer muito, e isso inclui a opinião da Anne também! Nós dois queremos agradecer pelo esforço que você faz pelo Lacrimosa. Seu excelente trabalho, o apoio que você nos dá, isso é realmente inacreditável!

Eu sou profundamente grata pela oportunidade que você está nos dando de obter todas essas informações, e os fãs brasileiros ficarão malucos com elas! É um grande prazer trabalhar pelo Lacrimosa! A Anne não está aí hoje, está?

Não no momento. Ela não pode dar nenhuma entrevista hoje.

Sem problemas. Mande um grande abraço a ela!

Claro que mando!

Eu quero agradecer mais uma vez por essa oportunidade que você deu ao Lacrimosa Brasil Fan Club. E vocês podem contar comigo para qualquer coisa que precisarem para ajudá-los aqui no Brasil.

Muito gentil da sua parte! Muito obrigado.

Um grande abraço a você e a toda equipe da Hall of Sermon!

Muito, muito obrigado. Tenha um bom dia! Até mais!

Extraída de www.lacrimosa.brasil.nom.br


Lichgestalt (2005) - Lacrimosa




1.- Sapphire - Zafiro
2.- Kelch der Liebe - Cáliz del amor
3.- Lichtgestalt - Criatura luminosa
4.- Nachtschatten - Sombras nocturnas
5.- My last goodbye - Mi último adiós
6.- The party is over - La fiesta se acabó
7.- Letzte Ausfahrt: Leben - Última salida: vivir
8.- Hohelied der Liebe - Canción de canciones de amor
9.- The party is over (piano version)

Echoes - 2003 Lacrimosa



01.- Kyrie (Overture)(12:42)

02.- Durch Nacht und Flut (Suche pt. 1) - A través de la noche y los mares (6:05)

03.- Sacrifice (Hingabe pt. 1) - Sacrificio (9:30)

04.- Apart (Bitruf pt. 1) - Separados (4:18)

05.- Ein Hauch von Menschlichkeit (Suche pt. 2) - Un toque de humanidad (5:05)

06.- Eine Nacht in Ewigkeit (Hingabe pt. 2) - Una noche en la eternidad (5:52)

07.- Malina (Bitruf pt. 2) - (Pintura)(4:48)

08.- Die Schreie sind verstummt (requiem für drei gamben und klavier) - Los Gritos Son Silenciados (12:44)



Fassade - 2001 Lacrimosa



01.- Fassade 1º Satz - Fachada 1º movimiento
02.- Der Morgen danach - La mañana siguiente
03.- Senses - Sentidos
04.- Warum so tief? - Por qué tan profundo?
05.- Fassade 2º Satz - Fachada 2º movimiento
06.- Liebesspiel - Juego de amor
07.- Stumme Worte - Palabras mudas
08.- Fassade 3º Satz - Fachada 3º movimiento




Elodia - 1999 Lacrimosa




1. Am Ende der Stille - Al final del silencio
2. Alleine zu zweit - Solos los dos
3. Halt mich - Abrázame
4. The Turning Point - El punto de regreso
5. Ich verlasse heut' Dein Herz - Hoy dejo hoy tu corazon
6. Dich zu töten fiel mir schwer - Matarte fué difícil
7. Sanctus - Sanctus
8. Am Ende stehen wir zwei - Al final estamos los dos


Live - 1998 Lacrimosa




CD 1
1. Lacrimosa Theme
2. Ich bin der brennende Komet - Yo soy el cometa que arde
3. Vermächtnis der Sonne - El legado del sol
4. Deine Nähe - Tu cercania
5. Tränen der Sehnsucht - Lagrimas del anhelo
6. Siehst du mich im Licht? - ¿Me Ves En La Luz?
7. Not every pain hurts - No todo el dolor hiere
8. Schakal - Chacal
9. Seele in Not - Alma en peligro
CD 2
1. Kabinett der Sinne - Armario de sentimientos
2. Make it end - Hazlo terminar
3. Satura
4. Stolzes Herz - Corazón orgulloso
5. Versiegelt glanzumströmt - Cubierto y rodeado de luz
6. Versuchung - Tentacion
7. Darkness - Oscuridad (Tema Inédito)
8. Copycat - Imitadora
9. Alles Lüge - Todo mentira

Stille - 1997 Lacrimosa




1. Der erste Tag - El primer día
2. Not every Pain hurts - No todos el dolor hiere
3. Siehst du mich im Licht? - ¿Me Ves En La Luz?
4. Deine Nähe - Tu cercanía
5. Stolzes Herz - Corazón orgulloso
6. Mein zweites Herz - Mi segundo corazón
7. Make it End - Hazlo terminar
8. Die Strasse der Zeit - El camino del tiempo



Inferno - 1995 Lacrimosa


.

1. Intro - Lacrimosa theme
2. Kabinett der Sinne - Armario de sentimientos
3. Versiegelt Glanzumströmt - Encerrado por el brillo de la energía
4. No blind Eyes can see - Ojos no ciegos pueden ver
5. Schakal -Chacal
6. Vermachtnis der Sonne - Legado del sol
7. Copycat - Imitador (Copia barata - "Bilige Kopie" en alemán)
8. Der Kelch des Lebens - El cáliz de la vida



Satura - 1993 Lacrimosa




1. Satura
2. Erinnerung - Recuerdos
3. Crucifixio - Crucifijo
4. Versuchung - Tentación
5. Das Schweigen - El silencio
6. Flamme im Wind - Flama en el viento

Einsamkeit - 1992 Lacrimosa






1. Tränen der Sehnsucht (Part I & II) - Lágrimas de nostalgia (Parte I & II)


2. Reissende Blicke - Miradas pasajeras


3. Einsamkeit - Soledad


4. Diener eines Geistes - Sirviente de un fantasma


5. Loblied auf die Zweisamkeit - Elogio por los dos


6. Bresso


Angst 1990 - Lacrimosa



http://www.mediafire.com/download.php?c3bydrfu3xe



A continuação track list :

01 Seele in Not (Alma em peligro) – 9:26
02 Requiem (Requiem) – 9:45
03 Lacrima Mosa (Inspirado en una obra de Mozart) – 5:18
04 Der Ketzer (O el hereje) – 7:15
05 Der letzte Hilfeschrei (O último grito de socorro) – 5:17
06Tränen der Existenzlosigkeit (Lágrimas de inexistencia) – 10:28

Clamor (ep) Lacrimosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget